Metal Mecânica

Indústria de engenharia mecânica da Alemanha sofre com forte redução de volume de pedidos

As companhias de engenharia mecânica da Alemanha sofreram grande queda de pedidos no primeiro semestre de 2020. A queda foi de 16% em termos reais em comparação ao mesmo período de 2019, de acordo com a VDMA, a associação da indústria de engenharia mecânica da Alemanha.

 

A queda de pedidos do exterior foi muito mais intensa que a redução de pedidos do mercado doméstico. “Esse declínio pode ser atribuído ao enfraquecimento da economia global devido às disputas comerciais e agitações políticas. Essa economia já enfraquecida foi adicionalmente atingida fortemente pela pandemia da Covid-19, explica o especialista em economia da VDMA, Olaf Wortmann.

 

Em junho de 2020, os pedidos recebidos pela indústria de engenharia mecânica da Alemanha recuaram 31% em termos reais. Os pedidos domésticos caíram 12%, enquanto os pedidos do exterior despencaram 38%. “Há, todavia, um efeito de base de comparação. Em junho de 2019 houve um grande volume de pedidos de grandes fábricas de países de fora da zona do euro. “Assim, a referência para a comparação ano a ano é extremamente elevada”, resume Wortmann. Os pedidos de países externos à zona do euro caíram 44%.  Já dos países que fazem parte da zona do euro a queda no volume de pedidos foi de 14%.

 

No período de abril a junho, a difícil situação da indústria de engenharia mecânica também é claramente visível. Os pedidos caíram 30% em relação ao mesmo período do ano anterior. Os pedidos do mercado interno recuaram 20% e do exterior despencaram 34%.  Pedidos de países da zona do euro encolheram 24% e países de fora da zona do euro desabaram 38%.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo