Metal Mecânica

INTERMACH 2019: Taitra participa da feira para estreitar relações entre Brasil e Taiwan

Para estar em linha com as inovações exigidas pela Indústria 4.0, o governo de Taiwan e as indústrias locais se uniram e estão promovendo ações conjuntas desde o final de 2016, quando foi lançado o “Plano de Inovação da Indústria”, colocando as máquinas inteligentes no centro da pauta.

O resultado não demorou a surgir. No ano seguinte, 2017, o valor de produção da indústria de máquinas e equipamentos de Taiwan ultrapassou a marca de trilhões de NT$ (novo dólar taiwanês, a moeda local). Em 2018, o valor atingiu NT$ 1,18 trilhão (acima de US$ 37bilhões), 7,3% acima do ano anterior. A exportação de máquinas e equipamento alcançou NT$ 825,7 bilhões (cerca de US$ 26 milhões), com alta de 7,2%, o que é um número recorde para a economia taiwanesa.

No ano passado, o governo local reuniu o Ministério da Economia, o Ministério da Ciência e Tecnologia, o Ministério da Educação e associações industriais, mirando o aprimoramento das máquinas produzidas no país, especificamente a indústria de máquinas-ferramenta. Este grupo de trabalho coordenou várias ações, que auxiliam e aceleram o ritmo de indústrias locais na rota da Indústria 4.0.

Entre as principais ações, destaca-se, por exemplo, a Fábrica Experimental de Manufatura Inteligente. A fábrica foi
montada para demonstrar a Manufatura Inteligente na cidade Taichung. São linhas de produção mistas, com diversos equipamentos e capacidade de produção flexível e customizada, fornecendo rápido serviço de confecção de protótipos e produção de produtos em escala experimental. Mais que 1400 indústrias de diferentes níveis de automação conheceram esta instalação.

Ao mesmo tempo, o governo formou grupo de consultores de manufatura, convidando 67 especialistas na área de manufatura, automação e gestão industrial, para prestar serviço de consultoria e diagnóstico para assessorar as pequenas e médias empresas a introduzir a manufatura inteligente nas suas empresas. Cinquenta e oito fabricantes foram assistidos por esta iniciativa, o que levou os fabricantes a investir NT$ 855 milhões (cerca de US$ 27 milhões) para acelerar a transformação das empresas no conceito de Indústria 4.0.

Outro destaque é o Plano de Smart Machine Box do Industrial Development Bureau. Tendo em vista que muita indústria tradicional tem dificuldade de “digitalizar-se”, ou seja, conectar digitalmente todos os seus processos e serviços, os dados de produção ainda são em grande parte registrados em papel, muitas vezes, de forma manual. Para ajudar as pequenas e médias empresas, foi criado um dispositivo onde é possível implantar a digitalização de dados operacionais, chamado Smart Machine Box (SMB).

O termo “SMB” refere-se a um PC que integra software e hardware e é anexado à máquina de produção. Ele possui funções de processar, armazenar, interpretar e transmitir dados captados em linguagem tecnológica na forma de protocolos de comunicação.

Muitas vezes, máquinas da mesma fábrica não são capazes de se comunicar entre si e os dados operacionais são obtidos de forma manual, o que dificulta o acompanhamento ao vivo da produção. Por meio do SMB, é possível saber instantaneamente o status de cada estação de trabalho, reduzindo o tempo para coleta de informações e a otimização do equipamento, melhorando significativamente a produtividade.

O Industrial Development Bureau subsidia a implantação de SMB na linha de produção. Lançado no ano passado, o programa gerou grande demanda; para este ano foram abertas mais 1.500 inscrições.

Taiwan também criou o Programa de Incentivo à Renovação do Parque Industrial. Trata-se de um programa para encorajar as empresas a acelerar sua transformação para a Indústria 4.0, e estimular os empresários taiwaneses a investirem em nova planta no país, tramita entre os ministérios uma nova lei, que incentiva a renovação do parque fabril. As empresas que investirem em máquinas e equipamentos inteligentes poderão ter o valor convertido em dedução de impostos, nos próximos quatro anos.

PROMOÇÃO INTERNACIONAL – Para promover as relações comerciais internacionais, com impacto nos negócios de importação e exportação, o governo de Taiwan conta com a Taitra, a mais importante agência de promoção comercial do país. Além de sua sede em Taipei, Taitra possui cinco escritórios domésticos em Taiwan e 61 escritórios no exterior, em todo o mundo.

Como um dos promotores da exportação de máquinas e equipamentos de Taiwan, Taitra realizará em Taipei, em 2020, a Feira Internacional de Máquinas e Manufatura Inteligente (iMTDUO). Em 2021, acontecerá mais uma edição da terceira maior feira de máquinas-ferramentas do mundo, a Timtos.

Para divulgar os eventos organizados pela Taitra, o Taiwan Trade Center do Brasil estará na Intermach – Feira de Tecnologia e Automação Industrial para a Indústria Metal Mecânica, que ocorrerá de 17 a 20 de setembro, em Joinville (SC). Os visitantes serão recebidos em um estande próprio, onde poderão conhecer as oportunidades de participar das feiras em Taiwan e/ou ser um fornecedor de produtos manufaturados taiwaneses no mercado brasileiro.

SERVIÇO:
Intermach 2019 – Feira e Congresso Internacional de Tecnologia, Máquinas, Equipamentos, Automação e Serviços para a Indústria Metalmecânica
Data: 17 a 20 setembro de 2019
Horário: 14h às 21h
Local: Centro de Convenções e Exposições Expoville – R. XV de Novembro, 4315 – Glória, Joinville (SC)
Organização: Messe Brasil
Apoio: Abimaq, Abimei, Abii, Abnt, Fiesc, Sicredi, Abendi, ABS, Bolsa de Negócios
Mais informações: www.intermach.com.br

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados