Metal Mecânica

JCB anuncia investimento de R$ 500 milhões no Brasil

Um dos maiores players globais da área de tratores, a britânica JCB anunciou que deverá iniciar um novo ciclo de investimentos na América Latina, que tem o Brasil como a sua base da operação. A empresa pretende investir R$ 500 milhões, o maior investimento da história da JCB no Brasil e um dos maiores do setor nos últimos anos.

 

Trata-se de um novo ciclo de investimentos, de acordo com a companhia, que deu por encerrado, no começo deste ano, o ciclo iniciado em 2021, quando foram investidos  R$ 120 milhões.

 

A intenção da JCB é, com novo o aporte, aumentar de modo rápido e significativo a sua presença no Brasil e região.

 

Em 2023, a JCB registrou seus segundo melhor resultado de vendas no Brasil, quando comercializou 3,5 mil máquinas no mercado interno, principalmente máquinas da linha amarela, voltadas para o segmento de construção civil. Para 2024, a companhia pretende crescer 10%, o dobro da média do mercado, que espera um crescimento de 5% no setor.

 

A maior parte dos recursos, perto de R$ 360 milhões, será destinada à expansão das operações. Um montante de cerca de R$ 150 milhões será, por exemplo, aplicado na linha de montagem de Sorocaba, interior de São Paulo, onde a empresa mantém a fábrica que produz para os países da região.

 

O objetivo nesta etapa é proceder a um trabalho de modernização, com vista ao aumento da capacidade de produção e da produtividade.

 

Outro projeto é o desenvolvimento de novos produtos e a nacionalização de alguns equipamentos, que consumirão mais R$ 50 milhões. O mesmo valor será aplicado na rede de distribuidores.

 

Com o novo ciclo de investimentos, deverão ser gerados cerca de 300 empregos diretos e mais 700 indiretos. A JCB emprega hoje, diretamente, cerca de 600 trabalhadores, a maior parte na fábrica de Sorocaba. O aumento da mão de obra direta será, portanto, de 50%.

 

PORTFÓLIO – A JCB vem crescendo na América Latina, e mais especificamente no Brasil, devido ao acerto da estratégia que vem sendo adotada já há alguns anos, que é a de manter um portfólio expandido e com importante participação das máquinas pesadas e de última geração.

 

A empresa lançou recentemente, por exemplo, diversos novos equipamentos para a construção civil, como a carregadeira 455ZX, o manipulador telescópico Loadall 540-7, a escavadeira 220NXT, a miniescavadeira 35Z e os minicarregadeiras 135 HD e 155HD.

 

Hoje, a fábrica de Sorocaba, uma das 24 plantas da JCB espalhadas pelo mundo e onde são produzidos mais de 300 modelos de máquinas, vendidos em cerca de 150 países, é responsável pela fabricação e comercialização de retroescavadeiras, manipuladores telescópicos, pás carregadeiras, escavadeiras hidráulicas de esteiras, miniescavadeiras, minicarregadeiras, rolos compactadores e plataformas elevatórias.

 

O segmento de construção absorve 40% das máquinas da linha amarela vendidas pela JCB no país e região. O segundo maior mercado é o agronegócio, que absorve principalmente tratores da linha vermelha, seguido por empresas de locação de equipamentos. (texto: Alberto Mawakdiye/foto: Prefeitura Municipal de Sorocaba/Divulgação)

 

 

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo