Metal Mecânica

Mercado global de máquinas-ferramenta seguirá em expansão significativa até 2027

O mercado global de máquinas-ferramenta deverá apresentar expansão significativa no período de 2020 a 2027, de acordo com relatório recentemente publicado pela Researchandmarkets. O mercado global de máquinas-ferramentas movimentou US$ 69.855,2 milhões em 2020 e deverá atingir US$ 95.169,1 milhões até o ano de 2027. Espera-se que o mercado registre expansão de com taxa de crescimento anual composta  de 4,7% durante o período de previsão. O volume de mercado de máquinas-ferramenta foi de 4.374,68 mil toneladas em 2020.

De acordo com o relatório, regulamentações e políticas governamentais favoráveis ​​para o setor manufatureiro desempenham importante papel para a expansão do mercado. Globalmente, a maioria das nações possui regulamentos e políticas governamentais favoráveis ​​para a fabricação de produtos seguros. Por exemplo, a estrutura regulatória na Índia é apoiada por três instituições governamentais – o Ministério de Indústrias Pesadas e Empresas Públicas, o Bureau of Indian Standards e o Ministério do Trabalho e Emprego. O país também possui políticas favoráveis, como a Política Nacional de Segurança, Saúde e Meio Ambiente no Trabalho 2009 e a Política Nacional de Bens de Capital 2016, entre outras. Isso ajuda no estabelecimento de padrões e conformidade em segurança, saúde e meio ambiente. Eles também ajudam a promover as exportações, aumentar a produção nacional, a melhoria da tecnologia, a padronização obrigatória de máquinas e equipamentos através da adoção da ISO, reduzir as importações de sub-padrões por meio da padronização e o desenvolvimento de habilidades. Todos esses fatores sustentam o setor manufatureiro, impulsionando assim o crescimento do mercado.

A demanda por máquinas-ferramentas vem principalmente de fabricantes de bens primários e intermediários. As indústrias de usuários primários incluem bens de capital, bens de consumo duráveis ​​e automotivo. As indústrias de bens intermediários incluem rolamentos de esferas, componentes automotivos e componentes eletrônicos. Grande parte dessas indústrias está localizada em países emergentes como China e Índia, entre outros. Espera-se que isso impulsione o crescimento do mercado durante o período projetado.

O segmento de centros de usinagem responde pela maior participação do mercado, cerca de 20%. Espera-se que o segmento de fresadoras cresça a taxas anuais compostas mais rápidas devido à lucrativa expansão das indústrias de processamento de metal em todo o mundo, o que impulsionou a demanda por fresadoras.

O segmento de máquinas-ferramenta CNC detinha a maior participação de mercado devido à crescente demanda das empresas do setor manufatureiro por inovação de produtos e melhorias de produtividade. O segmento de máquinas-ferramentas convencionais também deve crescer a uma taxa de crescimento significativa.

O segmento automotivo deverá responder pela maior parcela de mercado. A crescente adoção da integração de tecnologias como Internet das Coisas, robótica, inteligência artificial, entre outras, no setor automotivo deverá contribuir para o crescimento do mercado. O segmento industrial deve crescer taxas anuais compostas mais rápidas de 4,5%.

A região Ásia-Pacífico foi responsável pela maior participação de mercado de 54% no mercado global devido à presença de economias emergentes como China e Índia, que têm iniciativas como Made in China 2025 e Make in India. Além disso, o setor de construção em expansão na região também deve impulsionar o crescimento do mercado.

Espera-se que a região europeia mantenha a segunda maior participação de mercado devido à crescente demanda por máquinas-ferramenta de setores como petróleo e energia, automotivo e aeroespacial e defesa, entre outros. Além disso, estima-se que a América do Norte testemunhe uma taxa de crescimento significativa.

A participação de mercado acumulada dos dezesseis principais participantes é de 31%. Esses participantes do mercado estão envolvidos em parcerias, lançamentos de novos produtos, fusões e aquisições para fortalecer sua presença no mercado. Por exemplo, em agosto de 2020, o Grupo Chiron adquiriu a Mecatis SA, uma empresa que opera em pequenos centros de usinagem de alta precisão, usados ​​na indústria médica, relojoeira, microengenharia e joalheria.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo