Eletrônica e Informática

Nova cordoalha diminui impacto ambiental na instalação de torres de transmissão de energia

A Belgo Bekaert lança a cordoalha Ultra High Strength (UHS), com a maior carga de ruptura das Américas – 137,5 toneladas – 20% mais que o padrão atual do mercado. A tecnologia permite a sustentação de torres de transmissão mais altas e a consequente diminuição de até 15% da construção de estruturas na natureza, o que contribui para projetos que buscam a sustentabilidade do custo das linhas de transmissão e a preservação da vegetação nativa, minimizando assim o impacto ambiental.

“É gratificante apresentar ao mercado um produto inteligente, que fortalece toda a cadeia produtiva. Ao ter maior carga de ruptura e com menor consumo de aço, possibilita o aumento do espaçamento entre as torres, contribuindo na preservação do meio ambiente”, afirma o diretor de Produtos Especiais da Belgo Bekaert, Rodrigo Kafke Brzuszek.

A primeira obra do Brasil a utilizar a cordoalha UHS são as novas linhas de transmissão que estão sendo construídas pela Chimarrão Transmissora de Energia, parceria do Grupo Cobra e Cymi, em uma área de aproximadamente 1.200 quilômetros de extensão, cruzando 43 municípios do Rio Grande do Sul. Com o emprego de 640 toneladas de cabos de aço UHS na LT 525 kV Candiota2 – Guaíba 2 – CD, que são mais maleáveis e resistentes, a empresa está construindo torres de transmissão de 25,5 m a 46,5m de altura, com uma distância média de 500m entre as estruturas. Calcula-se que, com essa escolha, houve uma diminuição de 10% na construção de torres em comparação a um projeto tradicional, preservando uma área de vegetação nativa dos biomas da Mata Atlântica de 31 hectares (310.000 m²), o que corresponde a 44 campos de futebol.

O projeto prevê escoar 6.475 MW provenientes, principalmente, de parques eólicos do Rio Grande do Sul, para abastecer cerca de 12 milhões de famílias, ampliando, assim, a disponibilidade de energia renovável produzida por usinas do sul do país. A obra está prevista para ser concluída ainda no primeiro semestre de 2022.

Com a cordoalha UHS, a Belgo Bekaert também fortalece o mercado de energia, ao ofertar uma tecnologia produzida e vendida no país. Seus principais concorrentes estão no mercado da China e Turquia. “O UHS é um produto inovador, brasileiro, chancelado pela marca Belgo Bekaert e que atende às normas ASTM A475 e NBR 16730. É resultado do refinamento do processo de produção do cabo EHS, trefilado com um arame especial, de cordoalha zincada de 19 e 37 fios”, explica o gerente de Negócios da Belgo Bekaert, Sidnei Martins. “Para o projeto da Chimarrão Transmissora de Energia, desenvolvemos um produto personalizado com carga de ruptura de 125 toneladas, mas o UHS suporta a média de 137,5 toneladas. O diferencial é que o time da Belgo Bekaert estuda a necessidade do cliente e oferece soluções adequadas para cada projeto”, conclui. (foto/divulgação)

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo