Eletrônica e Informática

Para limitar o aumento da temperatura em 1,5°C, instalações anuais de energia eólica precisam crescer 300%

Com a Global Wind Energy Council (GWEC) à frente, uma coalizão global de 108 empresas e associações líderes em energia eólica, representando 81% da energia eólica instalada em todo o mundo, desafia os governos a tomar medidas drásticas para ampliar a energia eólica e renovável ainda nesta década.

Se o mundo quiser cumprir o compromisso de limitar o aumento da temperatura em 1,5°C e zerar as emissões líquidas de carbono, as instalações anuais de energia eólica do mundo deverão ser quadruplicadas até 2030 para cerca de 390 GW por ano, de acordo com a Agência Internacional de Energia, e até 2050, a energia eólica precisa gerar mais de um terço da eletricidade mundial, bem acima dos atuais 6%.

Mas medidas urgentes devem ser tomadas para atingir esse objetivo e liberar todo o potencial da tecnologia eólica para fornecer energia segura, acessível e limpa para comunidades em todo o mundo.

O Manifesto Global de Energia Eólica para a COP27 alerta que, embora a energia eólica seja uma das tecnologias de energia mais competitivas, maduras e de rápida implantação que existe  hoje, para prosperar, ela precisa de volumes grandes, estáveis e visíveis para implantação e uma cadeia de suprimentos global robusta.

Isso só pode ser alcançado por meio de ações claras e práticas estabelecidas no manifesto, incluindo:

– simplificação urgente do planejamento e dos esquemas de licenciamento para projetos de energias renováveis em escala de rede;

– construção rápida de infraestrutura de rede vital para integração de energia limpa e descarbonização intersetorial;

evolução dos mercados de energia, a fim de incentivar o investimento em geração de energia renovável e permitir que os cidadãos se beneficiem com a geração segura e mais acessível financeiramente.

Deixando claro que a indústria eólica está pronta para trabalhar em conjunto para atingir o aumento rápido necessário das instalações eólicas ainda nesta década, os signatários do manifesto incluem as maiores empresas do setor, como Iberdrola, Ørsted, EDP Renewables, Vestas, Siemens Gamesa Renewable Energy, Copenhagen Infrastructure Partners, além de associações da indústria eólica na China, no Brasil, na África do Sul, na Europa, no Reino Unido, na Austrália e muitos outros países.

O setor de energia eólica já está gerando crescimento e benefícios significativos para o sistema global de energia em segurança, custo e clima. Em 2021, 94 GW de capacidade de energia eólica foram adicionados globalmente, produzindo cerca de 275 TWh de eletricidade por ano – mais do que a atual demanda anual de eletricidade na Austrália e o suficiente para substituir mais de um terço das importações de gás da Rússia pela UE antes da invasão.

Mas as decisões tomadas na COP27 e nos próximos anos determinarão se o mundo pode alavancar a energia eólica e renovável para entrar no caminho certo para atingir zero emissões líquidas de carbono e garantir uma transição energética sustentável, justa e igualitária.

Leia o manifesto em:  https://gwec.net/cop27-coalition-manifesto-released/

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo