Eletrônica e Informática

Plataforma compara preços e indica supermercados com os produtos mais baratos

 

 

 

Os economistas garantem que a recente alta nos preços de alguns alimentos importantes da cesta básica, como o leite, o arroz, o feijão, o óleo e a linguiça, não chega a configurar uma volta da inflação.

 

De acordo com eles, enquanto a inflação é uma alta generalizada de preços, e uma alta permanente, o que está acontecendo agora seria só um fenômeno pontual de desalinhamento de preços, por razões conjunturais.

 

Mas, como seguro morreu de velho, já tem muitos brasileiros praticando o antigo esporte de comparar os preços nos supermercados antes de decidir onde comprar.

 

A novidade é que já é possível fazer isso com a ajuda da tecnologia.

 

Já está à disposição dos interessados, desde o ano passado, a plataforma etanto, criado por quatro jovens de Brasília com a finalidade de comparar os preços nos supermercados cadastrados e indicar para os usuários o estabelecimento com a lista de compras mais barata.

 

A plataforma, curiosamente, não nasceu de nenhuma profunda prospecção do mercado, mas sim da própria necessidade dos quatro jovens, que se mudaram para São Paulo por razões profissionais.

 

“Quando chegamos em São Paulo, um dos maiores desafios que encontramos foi onde fazer as nossas compras de casa”, conta o hoje CEO da startup, Francisco Frantz. “Cada um de nós morava sozinho e percebeu que os preços de um determinado produto variavam muito de estabelecimento e região. Foi conversando sobre isto que surgiu a ideia do etanto”.

 

EMPREENDEDORISMO – A criação e a consolidação do etanto é um exemplo clássico de empreendedorismo. Os jovens levaram três anos para amadurecer a ideia, já que todos tinham seus empregos e não poderiam largar a carreira naquele momento. Em 2018, quando estava tudo mais estruturado, um dos sócios pediu demissão para se dedicar exclusivamente ao projeto, que começou a ser operado de forma empresarial em 2019.

Foram R$ 150 mil de investimento inicial, bancados pelos próprios amigos. Em 2019, com o app já funcionando, eles participaram de um programa de aceleração da Founder Institute, aceleradora de startups do Vale do Silício norte-americano que tem um programa no Brasil.

 

De lá para cá, também tiveram ajuda financeira de amigos e familiares, e esperam até o final do ano receber um aporte de um fundo de investimentos. O negócio está indo tão bem que, atualmente, o serviço já está disponível em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre e Brasília, com centenas de estabelecimentos comerciais cadastrados.

 

A simplicidade operacional do etanto chega a espantar. Essencialmente, o aplicativo funciona como uma espécie de “facilitador”, que oferece o serviço gratuito de acesso para os clientes que querem comparar os melhores preços oferecidos pelos supermercados, antes de realizar as suas compras, de forma econômica e sem contato físico.

 

Para acessar a plataforma basta à pessoa fazer um cadastro utilizando o e-mail ou o facebook e, depois, montar uma lista de modo a fazer a pesquisa e encontrar a opção mais barata.

Neste período de pandemia – que permitiu à empresa crescer mais de 900%, segundo Frantz -, uma das opções oferecidas pelo app, a separação e a entrega dos produtos, tornou-se a mais convidativa para os usuários. Neste caso, a logística fica sob a responsabilidade dos varejistas ou das empresas de delivery que atuam dentro deles.

 

Para o varejista, o etanto é interessante pela possibilidade de divulgação dos seus produtos (por um valor fixo), e por permitir que ele trabalhe diferenciais como ofertas específicas, liquidações e prazos de entrega. Segundo Frantz, por conta destes fatores, a economia pode chega a 50% por compra.

 

“Por sermos uma empresa nativa digital, estávamos preparados para esse crescimento, mas sempre podemos melhorar”, diz o empreendedor. “Nosso objetivo permanente é trazer mais supermercados para o app e lançar novas funcionalidades para beneficiar ainda mais os usuários e parceiros”. (Alberto Mawakdiye)

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo