Metal Mecânica

Taubaté vai sediar a primeira fábrica de veículo elétrico voador no Brasil

A Eve Air Mobility e a Embraer anunciaram ontem (20 de julho) a primeira fábrica para a produção das aeronaves elétricas de decolagem e pouso vertical (eVTOL) da Eve será localizada na cidade de Taubaté, no interior São Paulo. A planta industrial será situada em uma área a ser ampliada dentro da unidade existente da Embraer na cidade e está sujeita a aprovação final das autoridades.

O local se beneficia de uma logística estratégica, oferecendo fácil acesso por meio de rodovias e proximidade de uma linha ferroviária. Outra vantagem significativa é a localização próxima à sede da Embraer em São José dos Campos e da equipe de engenharia e recursos humanos da Eve, o que facilitará o desenvolvimento e a sustentabilidade de novos processos de produção, aumentando a agilidade e a competitividade da empresa.

“Quando começamos a procurar um local para fabricar nosso eVTOL, quisemos repensar como a aeronave poderia ser construída utilizando as mais recentes tecnologias e processos de fabricação, combinados com outros aspectos, como a cadeia de suprimentos e logística”, diz André Stein, co-CEO da Eve. “Nosso objetivo é oferecer produtos e serviços seguros ao mercado e ser altamente competitivos em eficiência de produção. A nova linha de montagem está sendo projetada para priorizar segurança, qualidade, eficiência, produtividade e sustentabilidade.”

“Essa decisão está alinhada ao nosso plano estratégico de crescimento baseado em inovação e sustentabilidade”, afirma Francisco Gomes Neto, presidente e CEO da Embraer. “Acreditamos no enorme potencial do mercado global de Mobilidade Aérea Urbana e reforçamos nosso compromisso com a Eve como uma das principais empresas desse setor.”

Em maio de 2022, a Eve anunciou uma parceria com a Porsche Consulting para definir a estratégia macro global de produção, cadeia de suprimentos e logística de seu eVTOL. Desde então, as empresas têm trabalhado juntas para pesquisar conceitos avançados de fabricação e inovação, utilizando suas expertises em aeronáutica e automobilismo para projetar um conceito de industrialização para aeronaves eVTOL baseado em padrões elevados de segurança, qualidade, eficiência e foco no cliente.

“Estamos focados em alcançar os mais altos níveis de excelência na fabricação do eVTOL por meio dos constantes aprendizados e uma abordagem inovadora. Após extensa pesquisa em conceitos avançados de produção e inovação por mais de um ano, estamos preparados para estabelecer nossa primeira fábrica para a produção do eVTOL. Com confiança em nossas capacidades, estamos preparados para expandir de forma eficiente e sustentável o volume de produção para atender às demandas de um mercado em crescimento”, acrescenta Alice Altissimo, vice-presidente de Gerenciamento de Programas e Operações da Eve.

A Eve continua progredindo no desenvolvimento de seu eVTOL e também está focada em criar um amplo portfólio de soluções agnósticas, incluindo um software único de Gerenciamento de Tráfego Aéreo Urbano (Urban ATM) para otimizar e expandir as operações de Mobilidade Aérea Urbana em todo o mundo.

MERCADO – No último dia 20 de junho, a Eve assinou uma Carta de Intenção (LOI) com a Nordic Aviation Capital (NAC), para promover a aeronave elétrica de decolagem e pouso vertical (eVTOL) por meio de estratégias de leasing. A LOI estabelece que a Eve terá a oportunidade de utilizar a presença global da NAC e seu conhecimento em gestão de ativos, enquanto a NAC adquirirá 15 eVTOLs de forma definitiva, e mais 15 opcionais que serão alugados a operadores de frota, apoiando o desenvolvimento e a expansão de operações inovadoras de transporte.

Também em junho, a Eve e a Voar Aviation, empresa de serviços de aviação geral, anunciaram a assinatura de uma LOI para avaliar a compra e venda de 70 aeronaves elétricas de decolagem e pouso vertical (eVTOL) que serão operadas em várias localidades do Brasil. Nos termos do acordo, as empresas também estudarão uma possível parceria na qual a Voar se beneficiará das soluções agnósticas de serviço e operação de Mobilidade Aérea Urbana (UAM) da Eve. Essa venda em potencial de eVTOLs está incluída no backlog de pedidos atual da Eve para até 2.770 veículos. (foto/divulgação).

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo