Metal Mecânica

Tupy desenvolve projetos com foco em motores a hidrogênio

A Tupy, multinacional brasileira produz componentes estruturais em ferro fundido de alta complexidade geométrica e metalúrgica, desenvolve projetos com foco em motores a hidrogênio, uma das alternativas de zero emissão consideradas pela legislação europeia para a descarbonização dos transportes.

 

Em parceria com a AVL, empresa austríaca de engenharia automotiva, e a Westport, companhia canadense de sistemas de injeção de combustível, a Tupy vem aplicando uma tecnologia de alta pressão de injeção direta, que proporciona aos motores a hidrogênio igual ou superior eficiência térmica em relação aos motores a diesel. Em paralelo ao desenvolvimento do motor, foram realizados experimentos sobre a penetração do hidrogênio nas ligas de ferro fundido, bem como sobre sua influência mecânica.

 

O desenvolvimento de ligas de ferro fundido com maior resistência na operação com hidrogênio é um dos focos de Pesquisa & Desenvolvimento (P&D) da Tupy. “Com esses resultados conseguimos atingir níveis de concentração de hidrogênio nas ligas de ferro da mesma ordem dos níveis críticos para ligas de aço altamente resistentes. Enquanto os aços apresentaram severa fragilização, as ligas de ferro não tiveram suas propriedades mecânicas modificadas”, explica André Ferrarese, diretor da Tupy Tech. “Esses resultados são animadores para o desenvolvimento dos motores a hidrogênio”.

 

Para veículos pesados, trata-se de uma ótima alternativa sustentável por apresentar custo reduzido, grande eficiência em altas cargas de operação, tolerância ao uso de hidrogênio não puro, infraestrutura de produção e manutenção globalmente distribuída, além de apresentar durabilidade muito superior a qualquer outra solução de zero emissão.

 

O desenvolvimento da Tupy foi apresentado ontem (17 de abril), na Feira Internacional de Hannover é que se estende até o próximo dia 21. (foto/divulgação)

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo