Eletrônica e Informática

Volume de vendas de wafer para produção de semicondutores aumenta 5% em 2020

As remessas mundiais em 2020 de wafer de silício, considerando área aumentaram, mas a receita permaneceu inalterada em relação a 2019 em US$ 11,170 milhões, segundo o Semi Silicon Manufacturers Group (SMG). As remessas de silício totalizaram 12.407 milhões de polegadas quadradas, em comparação com 11.810 milhões de polegadas quadradas em 2019, refletindo crescimento de 5% no volume, chegando a um volume próximo do recorde histórico estabelecido em 2018.

“O crescimento das remessas de wafer de silício em 2020 foi impulsionado pela demanda saudável de 300 mm e um forte segundo semestre de 2020, apesar das interrupções na indústria de semicondutores causadas pela Covid-19”, diz Neil Weaver, presidente da Semi SMG e vice-presidente de Desenvolvimento de Produto e Engenharia de Aplicações da Shin Etsu Handotai America.

Os wafers de silício são o material fundamental para a produção de semicondutores que, por sua vez, são componentes vitais de praticamente todos os bens eletrônicos, incluindo computadores, produtos de telecomunicações e eletrônicos de consumo. Os discos finos e redondos altamente projetados são produzidos em vários diâmetros – de uma polegada a 12 polegadas – e servem como o material de substrato no qual a maioria dos dispositivos semicondutores, ou chips, são fabricados. (Franco Tanio)

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo