Eletrônica e Informática

Aggreko vai instalar 60MW de geração distribuída no Brasil até o final de 2024

A Aggreko está embarcando em sua primeira incursão em projetos de geração de energia 100% renovável no Brasil. Esta nova linha de negócio, que acontecerá primeiramente no Ceará. O projeto inicial consiste na instalação de plantas de energia solar em várias localidades estratégicas, gerando um total de 12 MWp (megawatts pico) no estado. Pelo menos duas unidades, cada uma com capacidade de 1,2 MWp, estarão operacionais até dezembro de 2023, enquanto as demais oito unidades estão programadas para serem concluídas até maio de 2024.

 

No Rio de Janeiro, a Aggreko está em vias de implementar 10,6 MWp em dois locais. A expectativa é que a instalação comece a partir de novembro, com a primeira planta operacional prevista para o primeiro trimestre de 2024.

 

Todos esses sistemas estarão integrados ao Centro de Eficiência Energética (CEE) da Aggreko, no Amazonas, onde é feito o monitoramento remoto de suas plantas em todo o país. Isso permite que a empresa aproveite a expertise que desenvolveu com o projeto de produção independente de energia no interior do estado amazonense e aplique-a em outros projetos no território nacional.

 

No Brasil, a Aggreko tem o plano de instalar 60MW de geração distribuída até o final de 2024 e está comprometida em investir entre 60 e 75 milhões de dólares neste segmento, nos próximos dois anos.

 

Este projeto representa um piloto para a Aggreko no Brasil, com planos ambiciosos de expandir essa aplicação em toda a América Latina. A empresa já está avaliando oportunidades na Colômbia e no Caribe, demonstrando sua visão estratégica de um futuro mais sustentável na região.

 

“Este projeto não apenas marca uma mudança significativa em nossa abordagem de energia no Brasil, mas também representa um marco em nossa estratégia de expansão em toda a América Latina e Caribe. Ao fornecer energia 100% renovável, estamos nos adaptando às necessidades dos nossos mercados, nos posicionando como líderes na transição energética para fontes mais limpas e sustentáveis. Este é apenas o começo de nossa jornada, e estamos entusiasmados com o que o futuro reserva para a Aggreko e para as comunidades que servimos”, afirma Pablo Varela, diretor presidente da Aggreko para LatAm. (foto/divulgação)

 

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo