Eletrônica e Informática

Anatel prepara consulta pública sobre o futuro das redes 2G e 3G

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) fará uma consulta pública sobre o futuro das redes 2G e 3G. O anúncio foi feito durante webinar realizado pela Abinc e Kore Wireless, no dia 27 de março, por Vinicius Caram, superintendente da Anatel. De acordo com ele, essa é uma decisão que visa a harmonização global do que está acontecendo com as tecnologias e com os ecossistemas, para garantir que o país esteja alinhado com o resto do mundo e beneficiar soluções e modelos de negócio para todos.

 

Caram que essa tomada de decisão não significa um desligamento da rede e nem a suspensão dos equipamentos 2G, e sim, que os novos equipamentos a serem identificados e homologados, já venham com, pelo menos, duas tecnologias integradas para facilitar a migração posteriormente e pensar no uso eficiente do espectro.

 

A Anatel identificou que 177 redes 2G e 3G já foram desligadas ao redor do mundo, em mais de 59 países. Além disso, 73 operadores em 43 países já completaram ou estão na fase final do desligamento do 2G, enquanto 52 operadoras em 33 países estão fazendo o desligamento da rede 3G. Outros 24 operadores em 15 países também estão fazendo o fechamento do desligue ainda esse ano.

 

No Brasil, a discussão começou no ano passado, em outubro, na Futurecom, no qual foi anunciado, por Caram, a tomada de subsídio nº 23 – um instrumento utilizado para ouvir a sociedade, a academia, os fabricantes e os fornecedores. O subsídio obteve, na época, 55 contribuições, sendo 20% favoráveis a uma proposta de avançarmos na suspensão de homologação de produtos 2G only e 3G only, enquanto 80% foram favoráveis na proposta de avançar para não ter mais equipamentos 2G e 3G only.

 

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo