Metal Mecânica

Índice de confiança do empresário da indústria volta a crescer

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei) da Confederação Nacional da Indústria (CNI) avançou dois pontos entre janeiro e fevereiro e registrou 50,6 pontos. Ao cruzar a linha dos 50 pontos, o índice passou de um cenário de desconfiança para um de confiança. Foram consultadas 1.372 empresas, sendo 564 de pequeno porte, 482 de médio porte e 326 de grande porte, entre 1º e 7 de fevereiro de 2023.

A recuperação do Icei ocorreu devido à melhora de um dos seus componentes: o Índice de Expectativas aumentou 4,1 pontos para 52,9 pontos. Esse indicador trata da percepção dos empresários para os próximos seis meses em relação à economia e a sua empresa.

Em relação das condições atuais, o indicador recuou 2,4 pontos para 45,9 pontos e demonstra uma percepção de piora mais forte e disseminada da indústria sobre as condições atuais da economia brasileira e das empresas.

De acordo com o gerente de Análise Econômica da CNI, Marcelo Azevedo, apesar da recuperação, o avanço de dois pontos não foi suficiente para reverter a queda de confiança de 14,2 pontos no índice de confiança acumulada entre setembro de 2022 e janeiro de 2023.

“Mesmo assim, o resultado de fevereiro é muito importante, pois interrompeu a sequência de quedas significativas e, mais do que isso, mostra que o empresário voltou a mostrar confiança. Caso essas expectativas mais positivas se confirmem, a confiança tende a se fortalecer. E a melhora no ânimo sugere uma disposição maior para investir e contratar”, diz Azevedo.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo