Eletrônica e Informática

Leilão de startups vai aproximar empreendedores e investidores

Para aproximar empreendedores e financiadores, o leiloeiro público paranaense Helcio Kronberg criou uma modalidade inédita no país: um leilão de startups, em que empresas ou pessoas interessadas em encontrar investidores-anjo poderão gravar vídeos de até 20 minutos em estúdios equipados, inseri-los no site e definir o valor mínimo de venda da participação societária. Como em um leilão tradicional, os investidores poderão dar seus lances e “brigar” pelo melhor projeto. E tem mais: o empreendedor que não são souber montar um plano de negócios ou precisar de uma revisão poderá contar gratuitamente com especialistas em contabilidade, questões societárias e fusões.

“A iniciativa surgiu depois de perceber que muitas pessoas carregam uma boa ideia, mas não sabem ou não estão preparadas para montar um business plan básico. Então, além de prestar toda a assessoria financeira, também faremos um leilão para promover uma injeção de capital na startup”, explica.

De acordo com Kronberg, o Brasil se tornou um lugar quente para o empreendedorismo, que floresce apesar das dificuldades econômicas e de entraves governamentais. “O desejo de todo empreendedor que cria uma startup é encontrar investidores que possam ajudá-lo a tornar seu sonho realidade. Sem esse pontapé inicial, é quase impossível fazer a empresa decolar”, acredita.

FUNCIONAMENTO – O primeiro leilão deve ocorrer em agosto e os interessados já podem se inscrever. As empresas existentes deverão apresentar ao leiloeiro o Balanço Patrimonial e o Demonstrativo de Resultado de Exercício de 2017. Os números não serão divulgados publicamente. Já as empresas que ainda serão constituídas ou que precisam ter seu modelo revisado poderão realizar consultas com os especialistas financeiros fornecidos pela leiloaria.

Os empreendedores definirão qual a participação societária que pretendem oferecer e o valor mínimo desejado pela participação. Assim como em um leilão tradicional, não haverá a possibilidade de o arrematante negociar preços abaixo do estipulado.

Após a assinatura do contrato, os empreendedores gravarão vídeos nos estúdios do leiloeiro ou poderão enviar produções prontas, dentro de regras pré-estabelecidas: o empresário não poderá se identificar e nem mencionar dados pessoais, como endereço ou telefones, devendo exclusivamente e de forma clara explicar a ideia da startup, o plano de negócios, o percentual a ser vendido e o valor mínimo pretendido.

A modalidade de leilão só permite pagamento cash in, quando o dinheiro vai diretamente para a empresa. A comissão do leiloeiro é de 5% sobre o valor da venda e deverá ser paga pelo arrematante.

COMO SE INSCREVER – As startups interessadas em participar devem agendar reunião com o leiloeiro, que poderá ser por videoconferência, pelo telefone (41) 3233-1077. O leilão é aberto para startups de todas regiões do Brasil e o leiloeiro disponibiliza um estúdio para gravar o vídeo de apresentação.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo