Metal Mecânica

MCK Grafeno quer produzir óxido de grafeno em escala industrial

O Instituto Mackenzie de Pesquisas em Grafeno e Nanotecnologias (MackGraphe) irá hospedar em suas dependências a MCK Grafeno, empresa do grupo RL Mineração, criada especialmente para atuar na área de nanotecnologia, acelerando o processo de transferência tecnológica para a produção de óxido de grafeno em escala industrial. Serão desenvolvidas linhas de produtos personalizadas conforme as demandas do mercado. O convênio promove a cooperação por meio de projetos de pesquisa desenvolvimento e inovação.

Para o presidente do Instituto Presbiteriano Mackenzie, José Inácio Ramos, este é um momento de grande importância para a instituição, “quando as pesquisas desenvolvidas em nossos laboratórios resultam em oportunidades de negócios para empresas no Brasil.”

O grafeno é um nanomaterial de espessuras nanométricas, formado por átomos de carbono organizados em uma estrutura hexagonal, conhecida como favos de mel. Dentre as suas características destacam-se alta condutividade térmica e elétrica, alta resistência mecânica, alta maleabilidade, alta impermeabilidade e alta estabilidade química.

Atualmente, tem sido produzido na forma de grafeno natural, grafeno sintético, nanoplacas, nanofitas, óxido de grafeno, dentre outros. Quando combinado a outros materiais, o grafeno pode ser utilizado para o desenvolvimento de produtos como baterias, supercapacitores, painéis solares, sensores, biossensores, tintas, compósitos e componentes eletrônicos, todos com propriedades superiores às dos similares disponíveis no mercado. Desta forma, o grafeno tem sido utilizado com sucesso em vários produtos do setor produtivo, podendo trazer grandes benefícios para diversos segmentos da indústria, incluindo as áreas automobilística, têxtil, biomédica, eletrônica, energia, defesa e aeroespacial.

Para o CEO da MCK Grafeno, Leonardo Quintão, este é um momento adequado para investimentos, haja vista que “o mercado global de grafeno está experimentando um crescimento exponencial”.

 

MACKGRAPHE – Fundado em 2013, o MackGraphe é um instituto de pesquisa, desenvolvimento e inovação especializado em grafeno e materiais bidimensionais, formado por pesquisadores e alunos da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Localizado em São Paulo (SP), tem por objetivos gerar conhecimento, formar pessoal técnico qualificado e desenvolver projetos de PD&I com o setor produtivo, atuando nas áreas de nanomateriais, nanotecnologia, caracterização avançada, gestão e mercado, através de encomendas tecnológicas e prestação de serviços.

 

MCK GRAFENO – A MCK Grafeno é uma empresa do grupo RL Mineração que possui vasta experiência no setor de mineração e que, agora, em parceria com o MackGraphe, produzirá o óxido de grafeno em escala industrial. Com centro de pesquisa e inovação localizado nas dependências do próprio MackGraphe, tem como objetivo produzir o óxido de grafeno de alta qualidade, que será utilizado para aprimorar as propriedades de vários produtos do setor industrial, incluindo as áreas automobilística, têxtil, biomédica, eletrônica, energia, defesa e aeroespacial.

José Inácio, ao centro, assina parceria do MackGraphe com MCK Grafeno. Leonardo Quintão (à esq.) e José Francisco Hintze Júnior, Diretor Desenvolvimento Humano e infraestrutura do IPM (à dir.). (Fonte: Foto: Dago Nogueira/NTN)

blank

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo