Metal Mecânica

Veja quais são as tendências da robótica industrial

De 2020 a 2022, a expectativa é que quase 2 milhões de unidades de novos robôs industriais sejam instaladas nas fábricas ao redor do mundo. Novas tendências tecnológicas e o desenvolvimento de mercados possibilitam que as companhias reajam às exigências de mudanças. A International Federation of Robotics (IFR) mostra as principais tendências para inovar.

 

ROBÔS FICAM MAIS INTELIGENTES – A programação e a instalação robôs tornam-se muito mais fáceis. Na prática, sensores digitais combinados com softwares inteligentes permitem métodos de ensino direto, que é chamado de “Programming by Demonstration” ou programação por demonstração.

 

A tarefa que o braço de robô deve desenvolver é, primeiro, realizado por um ser humano. Ele literalmente toma o braço do robô e o guia manualmente pelos movimentos a serem executados.  Os dados são então transformados pelo software num programa digital do braço do robô. No futuro, ferramentas de machine learning possibilitarão aos robôs a aprender por tentativa e erro ou por demonstração de vídeo e a aperfeiçoar, por si mesmo, seus movimentos.

 

ROBÔS COLABORAM COM TRABALHADORES – Com a habilidade de trabalhar em conjunto com seres humanos, os modernos sistemas robóticos são capazes de adaptar rapidamente às mudanças do ambiente. O leque de aplicações colaborativas oferecidos pelos fabricantes de robôs continua a crescer. Atualmente, aplicações em espaços compartilhados são as mais comuns. Robôs e seres humanos operam lado a lado, complementando as tarefas sequencialmente. A Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) foca em métodos ainda mais desafiadores para habilitar os robôs a responderem em tempo real. Estas soluções incluem voz, gestos e reconhecimento de intenção dos movimentos do ser humano.

 

ROBÔS E DIGITALIZAÇÃO – Os robôs industriais são componentes centrais da produção digital e em rede, como usada na Indústria 4.0. Isso faz com que o mais importante é que os robôs sejam capazes de comunicar entre eles, independente do fabricante. A chamada “OPC Robotics Companion Specification”, desenvolvida em um grupo de trabalho conjunto da VDMA e a Open Platform Communications Foundation (OPC), define um padrão genérico de interface para robôs industriais para conectá-los na Industrial Internet of Things (IIoT). (Franco Tanio)

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados