Artigos e Cases

Eficiência logística e impressões 3D: qual a relação entre a necessidade e a tecnologia?

Uma das tendências mais efetivas da atualidade é a impressão 3D, essa tecnologia é, sem dúvida, uma grande aliada para aumentar a eficiência logística das empresas. A máquina funciona a partir de um protótipo digital, um desenho em 3D, que é feito com todas as medidas bem definidas e então enviado ao software da impressora.

No momento da impressão, o modelo é produzido a partir de adição de camadas de material, uma a uma, de baixo pra cima, completando no fim o produto inteiro. As máquinas podem imprimir em diversos materiais, como metais, madeira, cerâmica, e até mesmo concreto.

EFICIÊNCIA LOGÍSTICA – A manufatura aditiva traz diversos benefícios para a logística. Para montar uma bicicleta, são necessários: os guidões, o quadro, os pedais e as rodas. Utilizar a impressão 3D para gerar essas peças resulta em ganho de tempo e dinheiro, afinal a produção por meio dessa tecnologia leva apenas algumas horas e pode ser feita internamente, dispensando a necessidade de um ou mais fornecedores, que trazem com eles custos de transporte e extensos prazos de entrega.

Outro benefício é a diminuição de investimentos com estoque, onde todo o espaço reservado para a armazenagem dessas peças se torna desnecessário. A eficiência logística entra no momento em que não é mais necessário estocar peças já prontas, que ficam esperando para serem utilizadas. Com a facilidade de tempo de produção, a demanda se torna muito mais objetiva, acompanhando com precisão as necessidades do mercado.

Além disso, essa tecnologia também traz vantagens quando diminui a necessidade de importação de peças produzidas em outros países, que geram custos altos devido ao volume de transportes, cargas aéreas e taxa de câmbio. Em 2020, a multinacional ID Logistics decidiu adotar a ideia utilizando a impressão 3D para repor peças usadas na rotina de operações. De acordo com dados divulgados pela organização, essa implantação trouxe uma economia de custos de até 125%.

SATISFAÇÃO DO CLIENTE – A eficiência logística que vem com a impressão 3D reflete na experiência do cliente, trazendo toda a essência de uma operação on-demand. Toda essa facilidade de produção, diminuição de etapas e ganho de tempo fazem com que o produto chegue ao destino final com mais agilidade. Sem contar que a diminuição de custos e processos para a empresa também faz com que o valor final saia mais baixo.

Outro ganho é a possibilidade de enviar o modelo final do produto ao cliente antes de ser fabricado, isso reduz as chances de erro de produção, garantindo que o consumidor receba exatamente o que deseja. Sem contar que ao dar a chance de visualização do produto antes da fabricação, surge a oportunidade de personalização. Como a produção da manufatura aditiva é muito mais simples, consequentemente, a personalização também é.

REDUÇÃO DE DESPERDÍCIOS – Nas fabricações tradicionais, até 70% dos materiais utilizados acabam sendo descartados. Além de gastar menos energia, em comparação a manufatura subtrativa, as impressões 3D reduzem drasticamente a produção de resíduos, pois utilizam exatamente o material necessário para a produção, trazendo eficiência logística e ganhos para o planeta.

Em resumo, essa tecnologia vem agregando não só nos processos produtivos, como também na experiência do cliente e na sustentabilidade. Reconhecer o potencial revolucionário desse método de fabricação é essencial para acompanhar sem medo o que o futuro da logística nos reserva.

(*) O autor é CEO e fundador da RoutEasy.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo