Metal Mecânica

Indústria automotiva dos EUA investe forte em robôs

A indústria automotiva dos Estados Unidos investe forte na automação robótica. A densidade de robôs na indústria automotiva do país atingiu um novo recorde de 1.287 unidades instaladas por 10.000 funcionários. Os Estados Unidos estão em sétimo lugar no mundo. A densidade é semelhante à da Alemanha (1.311 unidades) e do Japão (1.248 unidades). A China está em décimo segundo lugar, com 938 unidades. Os dados são da International Federation of Robotics (IFR).

“A automação é a chave não apenas para a recuperação pós-pandemia, mas para o crescimento e o progresso pós-pandemia”, diz Milton Guerry, presidente da IFR. “Na recuperação após a crise financeira de 2008, empresas como General Motors, Ford, Fiat-Chrysler e Tesla investiram extensivamente em robótica e automação. Como resultado, milhares de novos empregos foram criados na indústria automotiva. Depois de tantos anos e avanços tecnológicos, temos a oportunidade de aprender com essa história de sucesso e emergir ainda mais fortes do que antes”, afirma.

A densidade de robôs na indústria geral ainda é comparativamente baixa, com apenas 139 unidades por 10.000 funcionários. No geral, em todos os países pesquisados ​​em todo o mundo, o potencial para instalações de robôs na indústria em geral é enorme. Nos Estados Unidos, por exemplo, os pedidos anuais de robôs de setores não automotivos ultrapassaram os pedidos de robôs automotivos pela primeira vez. As vendas de unidades robóticas nos EUA aumentaram 7% em 2020 em relação a 2019.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo