Metal Mecânica

Mercado de redes industriais segue em crescimento

A HMS Networks divulgou resultados de estudo que realiza anualmente sobre o mercado das redes industriais, para analisar a distribuição de novos nós conectados em aplicações de automação fabril. A nova edição do estudo revela que, apesar da pandemia de coronavírus, se prevê um crescimento de 6% no mercado das redes industriais em 2021.

A Ethernet industrial continua a apresentar o maior crescimento, agora com 65% de novos nós instalados (64% no ano passado), enquanto os fieldbus estão nos 28% (30% no ano passado). As redes sem fios continuam a subir e estão agora nos 7%. As redes Profinet ultrapassam as EtherNet/IP no topo das classificações de redes com uma quota de mercado de 18% em comparação com 17%.

A análise anual do mercado de redes industriais é concentrada nos novos nós instalados globalmente em aplicações de automação fabril. Enquanto fornecedor independente de soluções para o setor das TIC (Tecnologias da Informação e Comunicação), a HMS tem uma visão substancial do mercado de redes industriais. O estudo de 2021 inclui uma estimativa das participações de mercado e das taxas de crescimento para bus fieldbus, Ethernet industrial e tecnologias sem fio.

Com um crescimento de 8%, a Ethernet industrial continua a conquistar participação de mercado. A Ethernet industrial representa atualmente 65% do mercado global de novos nós instalados em aplicações de automação fabril (em comparação com 64% no ano passado). As redes EtherNet/IP e Profinet lutam pelo primeiro lugar mas, este ano, as Profinet ultrapassam as EtherNet/IP no topo das classificações de redes com uma quota de mercado de 18% em comparação com 17%. As redes EtherCAT continuam a apresentar um bom desempenho em âmbito global, atualmente igualando aos fieldbus  Profibus, anteriormente na liderança, com 8% de quota de mercado. Seguem-se as redes Modbus TCP com 5% de participação de mercado e, juntamente com os fieldbus semelhantes Modbus RTU, estas tecnologias Modbus representam atualmente 10% do mercado, confirmando a sua importância contínua em instalações fabris em âmbito mundial.

 

DECLÍNIO DOS FIELDBUS – O declínio contínuo dos fieldbus relatado pela HMS nos últimos anos é quase interrompido com uma queda de apenas 1% em 2021, uma vez que as fábricas têm tendência para se manterem fiéis às tecnologias existentes em maior grau em tempos incertos, como durante a pandemia. Os fieldbus representam agora 28% da quota de mercado do total de novos nós instalados (30% no ano passado). As Profibus continuam claramente na liderança dos fieldbus com 8%, seguindo-se as Modbus RTU com 5% e CC-Link com 4%.

 

TECNOLOGIAS SEM FIOS – As tecnologias sem fios continuam a crescer rapidamente a uma taxa de 24%. As redes sem fios apresentam agora 7% de participação de mercado, mas o mercado ainda aguarda o impacto total do 5G nas fábricas. Com as atividades globais em curso relativamente às tecnologias celulares sem fios a funcionar como viabilizadores para o próximo nível de produção inteligente, a HMS prevê que a procura de mercado aumente para que máquinas e os dispositivos conectados sem fios sejam incluídos nas arquiteturas de automação flexíveis e com menos cablagens do futuro.

“A conectividade das redes industriais para dispositivos e máquinas é fundamental para garantir uma produção inteligente e sustentável, sendo também o principal impulsionador do crescimento que vemos no mercado das redes industriais”, afirma Anders Hansson, diretor de Marketing da HMS Networks. “As fábricas estão constantemente trabalhando para otimizar a produtividade, a sustentabilidade, a qualidade, a flexibilidade e s segurança. Uma rede industrial sólida é o segredo para alcançar estes objetivos.”

 

VARIAÇÕES REGIONAIS – As redes EtherNet/IP e Profinet são líderes na Europa e no Médio Oriente, sendo o segundo lugar ocupado elas redes Profibus e EtherCAT. Outras redes populares são as Modbus (RTU/TCP) e Ethernet Powerlink. O mercado dos EUA é dominado pelas redes EtherNet/IP, com as EtherCAT ganhando alguma participação de mercado. As Profinet e EtherNet/IP lideram um mercado asiático fragmentado, seguindo-se as fortes concorrentes CC-Link/CC-Link IE Field, Profibus, EtherCAT e Modbus (RTU/TCP).

O estudo inclui a estimativa da HMS para 2021 com base no número de novos nós instalados em aplicações de automação fabril. Um nó é definido como uma máquina ou dispositivo ligado a uma rede de campo industrial. Os números apresentados representam a visão consolidada da HMS, considerando perspectivas de profissionais do setor, as estatísticas de vendas da companhia e a percepção global do mercado.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo