Eletrônica e Informática

Prefeitura de São Caetano do Sul lança Parque Tecnológico

Amanhã, 13 de março, às 18h, será inaugurado o Parque Tecnológico São Caetano, uma iniciativa da prefeitura do município que quer transformar o complexo de empreendedorismo no maior hub de inovação do Grande ABC, reunindo empresas de diversos segmentos para criar um novo ambiente de negócios na cidade.

 

Localizado no centro de São Caetano do Sul, o Parque abrigará inicialmente 20 startups com diversos projetos que serão impulsionados para que o polo possa formar uma nova geração de empreendedores voltados principalmente para a área tecnológica.

 

As 20 startups selecionadas participarão do programa de aceleração de 6 meses – renováveis por mais 6 meses-, e serão avaliadas periodicamente para alavancagem de performance. Além das empresas residentes o Parque também oferecerá oportunidades para startups não residentes participarem dos programas de aceleração. Elas serão nomeadas com Startups On Board.

 

Com governança do Comitê Gestor do Parque Municipal e colaboração do Sebrae, o Parque Tecnológico terá uma arena multiuso onde promoverá programas de aceleração, rodadas de negócios, hackathons, palestras, capacitação e network, além de contar com parcerias de diversas Universidades, agentes de mercado e fundos de investimentos.

 

Para acelerar a implantação do Parque, o projeto será estruturado em três pilares. No primeiro, do Conhecimento e Capacitação, as empresas terão acesso a diversos modelos de capacitação para buscarem conhecimento e entregarem resultados efetivos. Para isso, foram firmadas parcerias com várias universidades e entidades que desenvolverão mentorias personalizadas para cada startup; com o Sebrae, que tem um programa para estruturação de planos de negócios, e com o StartSe, um programa de desenvolvimento sobre inovação, tendências e cultura empreendedora. Nessa fase, as startups também terão suporte da USCS, do Instituto Mauá de Tecnologia, Fiap, UFABC, Etec Jorge Street, Fundação Dom Cabral e Senai.

 

Já, o segundo pilar, de Formação do Ecossistema, levará ao Parque algumas das principais empresas do país para proporcionar às startups oportunidades de negócios, proximidade com as principais tendências de mercado e propor desafios e soluções para negócios já estabelecidos. Nessa etapa os inscritos se relacionarão com empresas como a GM, Shein, Porto, Leroy Merlin, Waze, Mercado Pago, Sodexo, TecBan, OLX e Claro, entre outras.

 

O último pilar, de Fomento de Negócios, foi criado para empoderar negócios através de parcerias com fundos de investimentos, aceleradoras e programas de acesso a recursos de fomentos através de iniciativas municipais, estaduais e federais. Para conseguirem se desenvolver as empresas contarão com apoio da Prefeitura de São Caetano, dos Governos Estadual e Federal, da Bossanova, Finep, Fapesp e do Anjos do Brasil.

 

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo