Eletrônica e Informática

Profissionais do segmento de calibração trabalham com menos recursos e aumento na carga de trabalho

Serviços de calibração – sejam eles realizados internamente, sejam eles realizados por prestadores de serviços – estão sendo impulsionados principalmente pelas demandas do segmento elétrico, cujos requisitos de garantia de qualidade estão cada vez mais rigorosos. Uma nova pesquisa da Fluke Calibration identifica os desafios que os profissionais de calibração estão enfrentando hoje, como eles estão lidando com eles e quais acreditam que serão os desafios futuros.

A pesquisa com profissionais de calibração – a maioria dos quais realiza mais de 750 calibrações anualmente – revelou que 54% estão sobrevivendo com menos recursos, embora as cargas de trabalho tenham aumentado. A maioria diz que está tentando atender à demanda por mais calibrações  – e calibrações mais complexas – com menos técnicos qualificados. Além disso, 49% dizem que vão se aposentar nos próximos cinco anos ou mudar de profissão.

A maioria dos entrevistados (52%) disse que o melhor desempenho é um dos aspectos mais desafiadores do trabalho de calibração hoje, seguido pela necessidade de calibrar mais rápido (48%) e usar equipamentos desatualizados (47%).

“As descobertas da pesquisa são consistentes com o que ouvimos de nossos clientes – estes são tempos desafiadores para os profissionais de calibração”, diz Bill Gaviria, gerente do Programa de Produtos, Elétrica/RF da Fluke Calibration. “O setor está passando por uma grande mudança devido ao aumento do uso de automação e novos dispositivos, entre outras coisas, e os profissionais de calibração estão enfrentando cargas de trabalho cada vez maiores. Como líder de longa data em calibração, a Fluke está comprometida em entender profundamente as necessidades de seus clientes e desenvolver ferramentas e tecnologia de solução de problemas para atendê-las.”

A pesquisa também revela que muitos laboratórios de calibração e provedores de serviços estão investindo mais em treinamento para preencher a lacuna de habilidades e confiando mais em software de automação para acelerar as calibrações e garantir processos consistentes. (texto: Franco Tanio/foto: Divulgação)

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo