Metal Mecânica

Romi registra crescimento de mais de 46% na receita operacional líquida

As Indústrias Romi S.A. registraram no terceiro trimestre de 2021 receita operacional líquida consolidada de R$366,5 milhões, crescimento de 46,3% em relação ao mesmo período do ano anterior. O EBITDA, no terceiro trimestre de 2021, apresentou crescimento de 66,7% em relação ao terceiro trimestre do ano passado. Na Unidade de Máquinas Romi, a receita operacional líquida, no terceiro trimestre, apresentou crescimento de 53,5% em relação ao mesmo trimestre de 2020, decorrente da retomada da demanda nos mercados interno e externo. O lucro operacional aumentou 61,2% nesse mesmo período de comparação.

A Unidade de Fundidos e Usinados, alcançou um crescimento de 51,6% na receita operacional líquida em relação ao terceiro trimestre de 2020, com a continuidade nas entregas das peças de grande porte e a retomada dos demais segmentos. A margem operacional apresentou crescimento de 4,9 p.p., reflexo do maior volume de produção e da evolução na eficiência operacional.

A entrada de pedidos na Unidade de Máquinas Romi, no terceiro trimestre de 2021, apresentou um crescimento de 16,2%, quando comparada ao mesmo período do ano anterior, reflexo do ambiente muito favorável aos investimentos, da tecnologia embarcada nos produtos e das novas alternativas de negócios, como, por exemplo, a locação de máquinas. A entrada de pedidos na Unidade de Fundidos e Usinados, no terceiro trimestre de 2021, apresentou um crescimento de 50,4%, quando comparada ao mesmo período do ano passado, reflexo da continuidade dos pedidos das peças de grande porte para o setor de energia e da retomada de todos os demais segmentos industriais atendidos por essa unidade.

A entrada de pedidos acumulada em 2021 na Unidade Burkhardt+Weber atingiu R$110,1 milhões, crescimento de 320,5% em relação ao mesmo período do ano anterior, reflexo da retomada gradual dos projetos antes paralisados em virtude da pandemia. A carteira de pedidos total da companhia, no final do terceiro trimestre de 2021, alcançou R$ 730,6 milhões, um crescimento de 54,8% em relação ao terceiro trimestre de 2020.

“O ano de 2021 continua indicando um ambiente favorável para a realização de investimento no mercado doméstico e isso pode ser notado, principalmente, na entrada de pedidos de Máquinas Romi. No mercado externo, também temos notado uma recuperação gradual dos pedidos por máquinas, tanto para Máquinas Romi, quanto Máquinas BW, essa última com pedidos relevantes concretizados no quarto trimestre de 2020 e nos primeiros nove meses de 2021.

 

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo