Eletrônica e Informática

Hitachi Vantara apresenta tecnologia mais rápida de recuperação de dados roubados

Os ataques ransomwares é uma das modalidades mais frequentes entre os cibercriminosos. De acordo com relatório da Check Point Software Technologies, a cada semana, uma entre 40 empresas sofre algum tipo de ataque cibernético, no qual dados e informações são sequestrados por criminosos em busca do dinheiro do resgate.

Além dos problemas ocasionados durante o processo de invasão nos sistemas, as empresas ainda enfrentam dificuldade para recuperar dados sequestrados, mesmo após cumprimento das exigências impostas pelos crackers. Um levantamento da ESG Research aponta que 86% das organizações que foram vítimas de um ataque de ransomware não conseguiram recuperar todos os seus dados, mesmo após pagamento de resgate.

Nesse contexto, a Hitachi Vantara, subsidiária integral da Hitachi, Ltd., em parceria com a VM2020 Solution, desenvolveu nova ferramenta para recuperação de ambientes de produção criptografada virtualizada (computação, armazenamento, rede e apps) deste tipo de ataque. “Quando acontece um ataque ransomware, um dos únicos recursos que a vítima tem, além de pagar o resgate, é tentar a reversão via point-in-time nos backups instantâneos, entretanto, esta operação pode levar semanas e não garante recuperação total. Com nossa tecnologia, pioneira no mercado, é possível executar uma recuperação efetiva em minutos”, destaca Claudio Tancredi, country manager da Hitachi Vantara Brasil.

RAPIDEZ – Durante o processo de teste de engenharia conjunta, realizada no Hitachi Vantara USA Co-Creation Labs, 1.500 máquinas virtuais, com mais de 100 TB de dados, foram recuperadas em menos de 70 minutos, o tempo nominal mais rápido do mercado. A recuperação quase instantânea é possível graças à integração entre o Hitachi Ops Center Protector e o CyberVR, que permite que a recuperação de dados seja direcionada para uma área isolada, mas funcional, onde o processo de recuperação e sanitização pode ser iniciado totalmente protegido de possíveis contra-ataques.

“Estamos trabalhando no projeto há mais de um ano e, neste curto espaço de tempo, já alcançamos resultados inéditos no setor, o que torna esta solução um verdadeiro diferencial no mercado de TI. Nossa tecnologia trabalha sob o conceito de previsibilidade e escalabilidade, o que permite que a dinâmica de recuperação seja ainda mais rápida e eficaz”, afirma Federico González Ramírez, diretor de Desenvolvimento de Negócios da VM2020 Solutions.

Durante a recuperação, o Cyber VR cria cópias totalmente funcionais de sistemas em poucos minutos, sem a necessidade de inclusão de infraestrutura adicional. Mas a mitigação de ransomware não termina com a recuperação. A plataforma permite que as organizações sejam proativas e simulem ataques, determinem os níveis de ameaça dos indivíduos, além de estimar possíveis danos.

“Após a execução, as cópias criadas durante o processo são disponibilizadas para manipulação interativa de equipes multidisciplinares, fazendo com que o fluxo de gerenciamento seja otimizado, testando a capacidade de recuperação de servidores e identificando pontos fracos de segurança, posteriormente”, explica Tancredi.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo