Eletrônica e Informática

Stemac registra forte aumento na demanda por grupos geradores

A crise hídrica, o acréscimo no valor da conta de luz e o risco de um apagão no segundo semestre de 2021 fazem aumentar a procura por grupos geradores. No entanto, a escassez de insumos é uma ameaça à indústria e ao fornecimento de energia. Em julho, a Stemac, fabricante de grupos geradores, registrou um aumento de 40% na procura pelos produtos, batendo recorde de vendas.

“Hoje, a preocupação é com a crise de escassez de insumos, que a indústria em geral vem sofrendo. A falta de semicondutores, que afeta a fabricação de insumos essenciais para o grupo gerador, é um desafio a ser vencido”, explica Valdo Marques, vice-presidente executivo da Stemac.

Segundo ele, a companhia tem os maiores players mundiais como aliados estratégicos e trabalha em conjunto para tentar não deixar esse problema chegar até o mercado consumidor no Brasil. “Ainda assim, essa é uma realidade a ser enfrentada. Em função disso, a Stemac tem aconselhado seus clientes a se programarem com antecedência. Afinal, o grupo gerador precisa estar instalado antes do eventual problema acontecer.”

Movidos a diesel ou a gás, os equipamentos entram como “back-up” no fornecimento de energia, garantindo, assim, autonomia energética às empresas e prestadoras de serviços essenciais, principalmente em meio à pandemia de Covid-19.

“Hoje em dia, a possibilidade de garantir autonomia energética para seu estabelecimento comercial, industrial, ou para sua residência, é muito acessível. Além da evolução tecnológica, que permite baixas emissões atmosféricas, o nível de ruído é insignificante. O preço e condições de financiamento dos equipamentos, combinados com os benefícios de ‘não parar’ a atividade empresarial e, acima de tudo, garantir a sua segurança pessoal e patrimonial, asseguram uma relação custo x benefício extremamente positiva. Fonte alternativa e segura de energia não é luxo, é necessidade”, ressalta Marques.

Com organização própria distribuída em 24 estados, a Stemac dispõe de uma fábrica em Goiás, que tem capacidade produtiva de 15 mil unidades por ano e hoje opera com folga, com uma média de 3.500 grupos geradores vendidos por ano. Diante das dificuldades enfrentadas por toda a indústria com a falta de matéria-prima e componentes, a companhia já está montando planos de contingência com a cadeia de fornecedores. A empresa também oferece acompanhamento integral em projeto, fabricação, instalação, peças e serviços.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo